quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Eu preciso de uma mão estendida...
Mas não qualquer uma
Uma mão que me conheça
Que já tenha me tocado
Que eu possa fechar meus olhos
E descansar
E confiar
Deixar que me guie
Enquanto me sinto perdida demais
Para andar por mim mesma
Porque não pode ser você?
Eu já percorri um longo trecho
Apoiada em seu braço
Me agarrando como se fosse
Uma bóia salva-vidas
Que me levou pra terra firme
Agora estou perdida nesse mar
E qualquer coisa fica longe demais
Do lugar onde me encontro
Todas essas mãos oferecidas
Enquanto há interesse, elas estão ali
A troco de quê eu espero a sua?
Enquanto houve interesse, ela também esteve ali.

3 comentários:

Mayaraaaa :$ disse...

Olá. Os teus textos são igualmente lindos e expressas muito bem aqilo que sentes. Não sou brasileira, é verdade, mas vivo em Portugal. Beijos

Mayaraaaa :$ disse...

Os textos são lindos e adorei o blog. Não sou brasileira. Vivo em Portugal. Ganhas-te uma leitora. Beijos

Nathy disse...

Perfeito seu texto! Também preciso de uma mão que me guia...além da mão de Deus!