quinta-feira, 9 de setembro de 2010


Você é a noite, a lua num céu, é todas as estrelas que preenchem o manto negro que cobre nosso dia com a chegada da noite... um mistério pra mim.
É a razão dos meus pesadelos mais lindos... dos meus medos mais doces... 
Por todo esse tempo, houve de tudo por aqui, e agora há você.
Quando eu abrir meus olhos, sei que estará aqui ainda... mesmo que doa, para o bem ou para o mal, você vai ficar.
E mesmo quando você tiver que ir embora... não partirá de todo, não se afastará, não levará nada do que me trouxe.
Quando eu fecho meus olhos pra ouvir aquela música... aquela que combina com o som do seu riso... eu nem penso em você, eu te divido em partes, para apreciar melhor...
Te divido em olhar, em palavras, em mãos, braços, gestos, calor e voz.
Eu nem conheço você! Você é um mistério pra mim...
É como todas aquelas coisas por trás das palavras que dizemos, aquelas que não sabemos explicar, mas que ficam no fundo de nossos olhos quando olhamos em outra direção...
É como tudo aquilo que tentamos esconder simplesmente porque não entendemos como acontece.
Você é como a dose errada de algo muito certo, e eu te quero por perto.

Um comentário:

bia disse...

Nossa muito lindo seus textos!! Está de parabéns!! eles são histórias que ja aconteceram com vc ou algo que veio a cabeça?? qlqr uma das opções deram muito resultado para ele!! Parabéns!!